1º Direito da Criança


bebe nascido de parteira no cerrado nordestino

O Primeiro Direto do ser Humano é:

escolher o DIA a HORA e o LUGAR

de nascer

Essa é uma verdade inquestionável, se tudo estiver bem com a mãe e o bebe.

Nas minhas andanças por esses Brasis ouvi essa frase de uma parteira que entrevistei no meu projeto Mães da Pátria. Por respeitar esse direito elas estão sempre a disposição, não antecipam, não aceleram, simplesmente respeitam o tempo de cada um, da mãe e do bebe. Não falo só da parteira tradicional daquela temos na memória, também as parteiras, midwives, formadas no Brasil e pelo mundo pensam da mesma forma.

Mesmo se a mãe decidir por uma cesariana dá pra respeitar esse direito do bebe se esperar um dos sinais de trabalho de parto. Hoje em dia os médicos estão antecipando a data do nascimento indiscriminadamente, eles argumentam que se o bebe já está pronto porque esperar: Vc não está louca pra se livrar dessa barriga? Se a criança nascer com menos de 3 kg, a mãe não for fumante, nem hipertensa, ele nasceu antes da hora. O bebe pode até recuperar rápido num primeiro momento, mas depois ele sentirá o tempo que faltou, emocionalmente, manifestando uma série de sintomas psicossomáticos, inclusive insegurança e ansiedade.

Respeite o tempo do seu bebe, respeite o tempo da natureza!

Anúncios
This entry was published on 13/10/2010 at 0:07. It’s filed under AMAMENTAÇÃO, parteira, parto, resgates and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: