Mães de Umbigo homenageia D. Dorca


Quarta feira, 27 de abril, foi inaugurada a exposição sobre as parteiras da Amazônia de Stephanie Pommez no SESC Pompéia em São Paulo.

“…E não há melhor resposta

que o espetáculo da vida:
vê-la desfiar seu fio,
que também se chama vida,
ver a fábrica que ela mesma,
teimosamente, se fabrica,
vê-la brotar como há pouco
em nova vida explodida;
mesmo quando é assim pequena
a explosão, como a ocorrida;
mesmo quando é uma explosão
como a de há pouco, franzina;
mesmo quando é a explosão
de uma vida Severina.”

João Cabral de Melo Neto (Morte e Vida Severina)

Painéis verde escuro pendurados balançam em movimentos sutís, um riacho de água doce corrente desenha o piso da exposição e com a inspiração desse texto já dá pra sentir o clima da abertura da exposição. um suspiro…….

 

Ao percorrer os labirintos de imagens e perceber a luz dos olhares das parteiras da Amazônia vc sente a pureza da simbiose do homem com a natureza. Nada mais natural do que uma criança nascer, como os frutos de uma árvore e pelas mãos de uma sábia anciã.

De repente uma sala de vídeo e descubro que o filme fala sobre D. Dorca, a parteira que faleceu há 1 ano exatamente, no dia 5 de maio, dia da parteira. D. Dorca já havia sido homenageada pelo grupo Cururumim, de Pernambuco, que relatou a importância dela na comunidade e na história da parteria brasileira. Depois a parteira também foi homenageada na III Conferência da Rehuna em Brasília, eu mesma palestrei na sala que levava seu nome.

O documentario de Stephanie Pommez  mostra D. Dorca partejando e a mantém viva, além dos limites da selva amazonica. mais suspiros!

Depois encontrei várias citações e fotos de D. Dorca e de outras parteiras especiais, algumas delas, do Amapá, eu já conhecia.

Enfim, foi um momento que o Movimento de Resgate da Essência do Feminino através das Parteiras “Mães da Pátria” encontrou as “Mães de Umbigo” e a fotografa e documentarista que trouxe a luz dos nossos olhos parteiras das nossas matas, tão importante quanto os nossos frutos e sementes.

Sábado dia 30 de maio, Paula Vianna do Curumim estará em São Paulo para uma roda de conversa com a autora no SESC Pompéia, a entrada é gratuita e muito gratificante, é o espírito da selva amazônica trazendo ALMA pra selva de pedra paulistana. #valeadica

A exposição Mães de Umbigo: de 26 de abri a 26 de junho de 2011, o SESC Pompeia – rua Clelia 93 São Paulo-SP

A organização, lay-out e apoio, Inobi

Anúncios
This entry was published on 29/04/2011 at 17:10. It’s filed under ainda existe, deusa do feminino, Galeria, homenagem, parteira and tagged , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

One thought on “Mães de Umbigo homenageia D. Dorca

  1. eliana Nogueira de Almeida on said:

    A exposição foi ótima ,gostamos das fotos e do vídeo ,que deu várias oportunidades para trabalhar vários temas:como crendice ,sexualidade. adolescência,planejamento familiar,área rural,a floresta, e as culturas das parteiras que passam
    adiante os conhecimentos de aprendizado sem, mesmo ter partipado de um curso técnico,e a D. Dorca que fez mais de 30 anos de parto….Parabéns

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: