A POESIA DO PARTO ATIVO – Janet Balaskas


Bem vinda Janet  Balaskas

ao projeto de Resgate da Essência do Feminino, Mães da Pátria

® direitos exclusivos mães da pátria não pode ser reproduzidos foto e texto

Conheci Janet Balaskas em São Paulo, em 2011, ela é uma educadora perinatal inglesa, instrutora de yoga e parto ativo reconhecidíssima, dirige um Centro para o Parto Ativo em Londres e é fundadora do Movimento Internacional pelo Parto Ativo, ativista nas práticas da maternidade e na educação internacional das parteiras.

Como objetivo desse blog é mostrar estratégia motivacional das mulheres que trabalham na humanização do nascimento, aproveito esse espaço pra trazer a filosofia do Parto Ativo que ela traz cheio de metáforas poéticas, ela demostrou como criar o vínculo entre o processo de fisiológico do nascimento e a natureza.


 ANSIEDADE COM A DATA DO PARTO – é um grande inibidor para o parto tranquilo, a pressão da data provável sugerida pelo médico e pela família angustia muito a gestante. “O trabalho de parto seeeempre vai começar, entre  37 a 43 semanas, o dia chega e o bebe nasce quando estiver pronto!  A grávida tem que esquecer esse calendário de papel e se concentrar no calendário do seu corpo. O parto ativo não é só um conjunto de posições é uma conduta, uma filosofia e uma forma de conexão.


muita harmonia e emoção no workshop

A natureza não sabe nada sobre traumas, a mãe precisa de um ambiente tranqüilo,  ficar numa posição que favoreça um caminho mais fácil para o bebe sair do seu corpo e chegar ao mundo num ambiente de paz

A obstetrícia tem que ser usada pra evitar traumas

• Fisiologia do corpo da mulher – O formato da pélvis (a bacia) e igual ao funil, sem a parte da frente

“Como é que podemos passar algo pelo funil se ele tiver deitado? No parto horizontal (deitado ou recostado), a cada contração do útero ele tenderá fazer um movimento pra frente, quando a gestante estiver deitada esse movimento será ao contrário, pra dentro do corpo, cerca de 5 kg estará sobre o abdômen, a respiração da mãe ficará difícil, o fluxo sangüíneo na placenta diminuirá e gerará estress fetal.”

1º regra do Parto Ativo é o osso do Sacro (Coccix) ficar livre – isso quer dizer a mulher ficar na posição vertical.

A cabeça do bebe é a coisa mais pesada do corpo dele e tem o papel importantíssimo de AMACIAR o caminho para o parto.


• Contração:  é uma palavra associada a dor, ela tem um sentido de algo duro, enquanto as contrações do parto são para amolecer colo do útero, deixa-lo cada vez mais MACIO. Ao invés de contração a Janet explica que a mãe receberá ONDAS  e cada vez com mais ENERGIA , elas vão ajudar a amaciar e abrir o seu corpo, lentamente, como uma flor.

A gestante precisa criar sintonia com o seu corpo, nadar a favor dessa corrente, será preciso atravessar um OCEANO DE ENERGIA, não dá pra prever quantas ondas serão, mas no final da travessia a mãe encontrará o seu bebe. O bebe também estará atravessando o mesmo oceano e pra ajuda-lo nessa viagem ele precisará de serenidade e força pra sair do universo da água (bolsa) e conquistar o ar, em terra firme.

As primeiras ondas começam acomodando lentamente e profundamente o colo do útero que  ficará cada vez mais macio, como um elástico que vai laceando O início desse trabalho é um aquecimento pra mãe e o bebe, é o início da conexão  de um encontro esperado há 9 meses.

essa foto é só um exemplo, de como o bebe passará pelo colo do úteto

O colo vai ficando fino, mole, laceando cada vez mais até ficar pronto pra se abrir e deixar lentamente a cabeça do bebe passar por ele (como se a criança vestisse uma gola role). Ao se abrir, o colo passará pela cabeça do bebe e subirá gradualmente, o bebe terá que passar por duas camadas, o colo e a vagina. Quando a metade da cabeça (na altura das sobrancelhas) terá saído do útero ele estará num espaço entre o colo e a vagina, como um átrio, entre os dois mundos. O bebe terá reflexos de empurrar e sair, ele movimentará as pernas, mexerá os braços pra se desentalar.

Quanto tempo o útero demora pra se abrir? Depende do estado de paz e felicidade da mãe, qualquer ameaça ou medo fará com que a mãe se assuste e se contraia. Esse é um impulso animal, a fêmea que tem medo de uma presa atacar o filhote, produz adrenalina que inibirá a oxitocina, o trabalho de parto cessa, inibe todo o processo pra uma fuga . Por isso a gestante ela precisa de paz, segurança e tranqüilidade pra parir.

eu ganhei essa flor ( chama lanterna chinesa) semana passada, e me encantei com a forma dela se abrir

O colo do útero é como uma flor, muito sensível que se abre no interior do corpo, cada flor tem seu tempo e não pode ser apressada.

A gestante tem que sentir a mãe natureza dentro de si é ela que guiará essa viagem, a onda de energia tem que fluir e descer pelo seu corpo, ela tem que deixar essa sensação expandir até os seus dedos do pé, soltar o quadril pro bebe encontrar o caminho mais fácil e traze-lo cada vez mais perto.

O segredo é inspirar,  levar esse oxigênio pro bebe e expirar devolvendo o ar pra terra.

A magia acontece ao repetir, no seu interior, esse mantra lentamente

MEU CORPO SABE PARIR

MEU BEBÊ SABE COMO NASCER

MEU BEBÊ SABE QUANDO NASCER

MEU BEBÊ ESTÁ DESCENDO

MEU BEBÊ ESTÁ DESCENDO FACILMENTE E COM SUAVIDADE

MEU CORPO ESTÁ SE ABRINDO

Quando a mãe e vê o bebe, ambos estão com as pupilas dilatadas da tanta adrenalina do esforço da travessia do final do parto, o ideal é o contato pele a pele,  o bebe deve ser colocado no ventre e ele caminhará até o peito, assim a mãe pode voltar a produzir a oxitocina, eles se apaixonarão e ela oxitocina será necessária para estimular a placenta a sair.


apesar do bebe ser de pano todo mundo entrou no clima

Nesse momento de paz e tranqüilidade, com o pai presente se inicia o baby moon  – a lua de mel com o bebe e a formação de uma nova família.

Janet Balaskas estará novamente no Brasil em Abril de 2012, dessa vez irá dar uma palestra dia 11 de Abril, das 20h às 22h – Auditório American Express – PUC RJ – Campus Gávea.


E um curso no Rio de Janeiro entre os dia 13 a 15 depois irá para Curitiba dar sequência de 2011 dos módulos II e III de 24 a 30 de Abril. . Informações: http://www.partoativobrasil.com.br

IMPERDÍVEL!!!

Anúncios
This entry was published on 30/11/2012 at 21:17. It’s filed under Ativismos, Mães da Pátria, parteira and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

4 thoughts on “A POESIA DO PARTO ATIVO – Janet Balaskas

  1. Pingback: Curtinhas « ANEP Brasil

  2. GiLeal76 on said:

    Bia
    lindo trabalho!!
    Gostaria de colocar seu post na íntegra no meu blog, com as fotos, citando a fonte é claro. Você me permite?

    PS: fotos lindas!! 🙂
    Gisele Leal
    mulheresempoderadas.wordpress.com

    • Gil Obrigada. Qto copiar o post vc me desculpe querida não dá pq eu só tenho autorização de divulgação pra esse blog, se quiser pode fazer uma notinha e coloca o link (sem usar a foto dela), tem fotos que vc aparece não é? Quer q eu mande pra vc? Me passa seu e-mail pelo FB. bjs

  3. I’m not that much of a internet reader to be honest but your sites
    really nice, keep it up! I’ll go ahead and bookmark your site to come back later. Cheers

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: